Empresa oferece serviço de entregas em que clientes podem escolher quanto pagar

De olho na crescente necessidade que pessoas e empresas têm de realizar entregas de forma econômica e rápida, o empreendedor João Camargo resolveu lançar um aplicativo que conecta os potenciais consumidores a quem realiza tal serviço. Chamada de ” Eu entrego”, a startup possui o diferencial de auxiliar quem está fora do mercado de trabalho e vive apenas de trabalhos autônomos, algo que tem sido alcançado por meio da aplicação da economia colaborativa.

O empresário destaca que, se comparado com uma empresa de características convencionais, o negócio se sobressai pelo fato de não demandar uma estrutura muito complexa. A importância do surgimento da organização é justificada pela carência que o mercado possuía em relação aos serviços de entrega. Ele explica que trata-se de uma ponte entre quem deseja trabalhar e os usuários que precisam de um serviço flexível. Além da economia obtida pelos clientes, há também uma maior rapidez nesse tipo de transação, explica Camargo.

Os interessados em trabalhar para o aplicativo são selecionados através de alguns métodos de avaliação. A análise dos documentos solicitados e até mesmo das redes sociais do candidato fazem parte da seleção. Uma vez verificada a idoneidade do trabalhador, este passa a receber uma certificação que o torna apto a exercer as funções anunciadas. O idealizador do serviço ressalta que todos os trâmites iniciam-se com o cadastro dos profissionais interessados.

As entregas podem ser realizadas em qualquer horário. Assim que o cliente sente a necessidade do serviço, ele pode entrar em contato com os entregadores disponíveis, informando a urgência que possui de que algo seja entregue, as dimensões do que será transportado, dentre outras características. Por meio dessas informações, há uma espécie de filtragem onde o consumidor será acionado pelos colaboradores que atendam suas necessidades e poderá realizar diversos tipos de negociações a fim de atingir o seu intento.

Através do Google Play e da AppStore é possível obter o aplicativo. Conforme salienta Camargo, a prestação de serviços é mais rápida e barata que a realizada pelos Correios. Ele cita que as empresas possuem uma gigantesca demanda por entregas que atualmente é suprida pela Eu Entrego. O empresário comenta que algumas pessoas ainda veem esse modo de trabalho com certa desconfiança, algo que segundo ele desaparecerá conforme a startup for se consolidando no mercado e informa que há a disponibilização de seguros.

Os profissionais que compõem o serviço são dos mais variados tipos, havendo aposentados e pessoas que ainda não se recolocaram no mercado de trabalho. O pagamento aos colaboradores é realizado somente após a empresa avaliar a qualidade de cada entrega, algo que segundo Camargo aprimora o desempenho e o comprometimento dos prestadores envolvidos. Cerca de 20% dos pagamentos recebidos ficam na startup e o repasse para os trabalhadores é feito toda semana.

 

Saiba mais:

http://economia.ig.com.br/empreendedorismo/2016-12-14/startup-entregas.html

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *