Eu empreendedor? O que você precisa saber para se tornar um

Você já deve ter ouvido muitas reclamações em seu círculo de amizade ou familiar, como está difícil se recolocar no mercado de trabalho por causa da crise econômica que o Brasil e os brasileiros estão passando.

Especialistas em economia dizem que a crise é uma ótima forma de criar oportunidades de crescimento pessoal e profissional.

E como não se pode perder as chances que a vida proporciona, que tal arregaçar as mangas e colocar em prática o verdadeiro significado de aproveitar as oportunidades e se tornar um empreendedor?

Ser um empreendedor não é sinônimo de se ter uma grande quantia em dinheiro para investir em um negócio próprio. Existem várias histórias de empreendedores que começaram com investimento de menos de R$100,00 e são grandes cases de sucesso, pois se tornaram médias e grandes empresas de referência no mercado, cada um em seu segmento.

Ideias para empreender

Começar algo novo é sempre um desafio empolgante, ainda mais quando você já definiu qual será o produto ou serviço que vai investir. Mas não se desespere se esse não for o seu caso. Veja essas ideias de produtos e serviços com os quais você pode iniciar seu negócio.

  • Confecção de roupas
  • Representante comercial
  • Criação de produtos alimentícios
  • Artesanato
  • Telemarketing
  • Beleza

Percebeu que todas essas atividades dependem só de você para começar? E mesmo que você não tenha as habilidades e competências necessárias para trabalhar em uma dessas áreas, é possível encontrar cursos profissionalizantes em escolas físicas e também pela internet, e o melhor, de graça.

Investimento inicial

Escolher inicialmente trabalhar em casa é a primeira opção para quem está pensando em ser um empreendedor e não tem dinheiro para investir tão cedo.

Com pontos positivos como, a possibilidade de economizar com aluguel, transporte e alimentação, exercer uma atividade profissional é para quem tem disciplina. Mas cuidado, pois as “facilidades” que sua casa trás podem ser armadilhas para sua produtividade.

Dependendo da escolha do seu negócio, é preciso ter apenas uma linha telefônica e acesso a internet. Em outros casos o empreendedor terá que investir na compra de produtos como matéria prima ou maquinários. Dependendo do valor, você pode conseguir um empréstimo pelos programas de incentivo que o governo oferece.

Formalização

Para não se perder na administração do seu negócio é importante consultar um órgão especialista sobre a importância de ser um trabalhador autônomo, mas de forma legalizada.

O Sebrae pode esclarecer suas dúvidas de como se tornar um MEI(Microempreendedor Individual), que é a modalidade onde o empreendedor trabalha sozinho e pode ter um CNPJ e benefícios sociais, além da orientação para que seu negócio seja bem administrado, cresça e tenha vida longa.

 

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *