Burguer King investe em expansão agressiva e facilita aquisição de franquias

Resultado de imagem para Burger King investe em expansão

Uma das áreas mais lucrativa no meio dos negócios é a alimentícia, visto que a alimentação é uma necessidade básica e por vezes faz parte da diversão do público geral.

Sendo uma das favoritas dos empreendedores na hora de buscar uma franquia para investir ou negócio próprio para montar, no entanto investir em uma franquia famosa pode custar valores exorbitantes o que afasta o investidor. Mas o Burguer King pode estar tentando mudar essa realidade.

Sendo uma das empresas de fast food que mais crescem no Brasil, atualmente com 500 lojas espalhadas pelo país, planeja investir em um plano de expansão agressivo, com o intuito de crescer a rede ainda mais, tendo mapeado 200 cidades em potencial para estabelecer novas unidades.

Oportunidade para empreendedores

A empresa criou uma plataforma em seu site onde o empreendedor pode se cadastrar, tirar dúvidas e conversar sobre os modelos que podem ser adquiridos.

São disponibilizados quatro tipos de loja, cada uma com sua característica, de loja rápida e de tamanho reduzido, até lojas grandes com drive thru. A empresa está disposta a negociar com os empresários interessados a abrir uma franquia do Burguer King, analisando a capacidade de investimento do empreendedor, o local onde o mesmo pretende colocar a loja, mas também não deixará de analisar se a localização é adequada para instalação da unidade.

Uma boa localização

A área dos alimentos está crescendo cada vez mais, no entanto o empreendedor deve estar ligado nas tendências e nos locais onde pretende investir. É preciso estar ciente de que uma boa localização irá influenciar prontamente e impactar nos lucros, positiva ou negativamente.

Por essa razão um dos fatores de avaliação da empresa aos empreendedores que desejam adquirir uma franquia tão grande quanto o Burguer King.

A concorrência

O maior concorrente do Burguer King é certamente o McDonalds. O McDonalds diferente do Burguer King parece mais interessado em investir em quiosques de autoatendimento em que o cliente simplesmente através de telas touchscreen clicam e selecionam seus pedidos, montam seus lanches de forma personalizada se assim desejarem e fazem o pagamento, tendo então apenas que esperar o seu pedido.

O modelo novo que está sendo testado nos Estados Unidos é uma variação do modelo de algumas lojas de alimentos existentes no Japão, em que os clientes fazem a compra automaticamente na entrada de estabelecimentos em máquinas de tickets e os levam para o balcão e esperam por seu pedido.

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *