Os SUVs superam as vendas de carros populares

 

Image result for SUV vendem mais

Em 2017, pela primeira vez no mercado nacional, a venda de carros utilitários esportivos, chamados SUVs, que tem como público alvo, pessoas com maiores rendas, venderam mais do que os carros de entrada, voltados para os clientes com renda mais baixa.

Nos primeiros quatro meses desse ano, os SUVs tiveram 21,4% do total de carros vendidos, contra 17,5% no mesmo período do ano passado, segundo a associação representante das concessionárias (Fenabrave). Quando em 2012, as vendas de carros bateram recordes no país, os SUVs venderam 8,9% do total e os carros populares totalizaram 31,3%, ficando dessa forma, com a maior parte das vendas. Hoje, o quadro é totalmente diferente, com os carros mais básicos, vendendo no acumulado desse ano, 20,7%.

Em 2015, foi quando essa trajetória começou a mudar, devido a dois fatores. O primeiro foi quando o desemprego no país começou a aumentar, e em consequência disso, os créditos por parte dos bancos ficaram cada vez mais difíceis de conseguir, reduzindo dessa forma, as vendas de carros zero, para as pessoas com poder aquisitivo menor. O segundo fator veio quando as montadoras, começaram a perceber, que somente os clientes com poder aquisitivo maior, iriam continuar comprando veículos 0 km e então, começaram a investir nos lançamentos desses utilitários, que são os preferidos por essa classe.

Duas marcas se destacaram e lançaram campeões de vendas: a Jeep  lançou o Renegade  e a Honda lançou o HR-V, ambos entraram no mercado, nos primeiros meses de 2015. Em um cenário nada promissor para os carros de entrada, esses dois SUVs, chegaram no final desse mesmo ano, entre os dez carros mais vendidos do ano. Em uma comparação, no ano de 2012, a SUV mais vendida foi a Duster, da Renault, aparecendo somente em 16º no ranking geral.

As outras montadoras, acabaram aderindo a essa moda de SUVs, e para diminuir os efeitos da crise, começaram a lançar veículos desse segmento. A Nissan lançou o Kicks em 2016 e a Hyundai lançou o Creta este ano.

As montadoras garantem que, apesar dos SUVs terem se tornado os preferidos pelos consumidores com poder aquisitivo mais alto, esse desempenho não foi capaz de anular as perdas, causadas pela queda nas vendas dos carros mais básicos. A Honda declarou, que mesmo com o crescimento das vendas dos SUVs, o custo de produção desse segmento é maior, devido aos gastos com material, para garantir a versatilidade e a forma mais robusta desse carro.

Nos próximos meses, a tendência desse crescimento é perder um pouco a força, na sua participação das vendas no mercado, já que a estimativa é de melhora da economia, e isso acontecendo, a venda de carros mais básicos, irá aumentar. Com o número de desempregados diminuindo e o aumento da liberação dos créditos para financiamentos, mesmo que seja de forma gradativa, vão elevar as vendas de veículos populares, retomando o espaço perdido para os utilitários esportivos nos últimos anos.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *