Negócio milionário continua fazendo sucesso mesmo após o divórcio dos donos 

 

Resultado de imagem para Mike Knapp

A empresária Jodie Fox, que construiu um verdadeiro império no ramo de calçados com seu marido Michael, diz que quando começaram o negócio, o casamento deles era bastante difícil. O casal australiano montou sua companhia, Shoes of Prey, em Sydney, em 2009, três anos depois de terem se casado.

Juntamente com o co-fundador e antigo amigo da faculdade, Mike Knapp, eles lançaram seu site de comércio eletrônico que permite que as mulheres criem seus próprios sapatos. A empresa então os fabricam na China, antes de enviá-los para qualquer lugar do mundo.

Enquanto o negócio continua a crescer fortemente, sendo que até agora mais de seis milhões de sapatos foram projetados no site, o casamento dos fundadores da empresa desmoronou sob a força de trabalhar juntos e eles se divorciaram em 2012.

No entanto, apesar do fim de seu casamento, nenhum deles se afastou de Shoes of Prey. Em vez disso, ambos continuam a liderar o negócio, que no ano de 2016 transferiu sua sede para Los Angeles, pois eles pretendem quebrar o gigante mercado de varejo dos EUA. Jodie é a principal responsável pelo setor criativo, enquanto Michael é o principal do setor executivo.

Jodie, de 34 anos, disse: “Trabalhar com meu marido foi incrível, porque poucas pessoas têm a sorte de poder ver seu parceiro em ação, fazendo bem nas reuniões, vendo como eles trabalham com os outros. Mas também foi difícil porque se desligar é quase impossível”. Ela acrescenta: “No final de um dia de trabalho era difícil conversar sobre qualquer coisa que não envolvesse o trabalho, e ainda não discutir sobre isso também”.

Quando o casal optou por se divorciar, Jodie diz que o acordo foi bastante amigável, o que facilitou que eles mudassem de casados para apenas parceiros de negócios e amigos. Ela diz que também trabalharam duro para colocar a emoção de lado e se concentrarem no negócio. “Trabalhamos na comunicação muito clara e frequente para garantir que as tensões fossem resolvidas rapidamente”, revelou Jodie. “E nós operamos com o maior respeito para que as respostas não fossem desencadeadas pelo emocional”.

A história de Jodie e Michael não é a primeira ou última a acontecer, tanto dentro dos negócios quanto na vida pessoal. Jodie explica que é importante não deixar o negócio se tornar maior do que tudo na vida pessoal do casal, pois só falar de trabalho pode acabar atrapalhando a relação, como foi no caso deles. Além disso, é importante não levar certas emoções do dia a dia para o negócio, que deverá sempre ter total concentração e boas energias para tudo dar certo.

Mas se por qualquer outro motivo o casal decidir se divorciar, é preciso manter o respeito e a ordem dentro da empresa. Se ambos optarem por continuar gerenciando o negócio, então o casal deverá ter maturidade para manter a empresa e a convivência entre os dois.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *