Nova linha de crédito do BID concede US$ 100 milhões para mulheres empresárias

O BID, uma união entre dois grandes bancos: Banco Interamericano de Desenvolvimento e Itaú Unibanco, revelou recentemente que abriu uma linha de crédito especializada em empreendedorismo feminino no país. Ao todo, o BID revelou que irá repassar um valor de US$ 100 milhões ao banco brasileiro para ativar a linha de crédito.

Segundo o anúncio feito pelo BID, o valor repassado terá como objetivo ampliar o acesso das micro, pequenas e médias empresas a linhas de crédito, que deverão ser concedidas para mulheres empreendedoras que detenham no mínimo 51% de todo o capital social da empresa. O BID revelou que o foco será para empresas atuantes no país que tenham um faturamento anual no valor de no máximo R$ 8 milhões.

A nova linha de crédito do BID é uma celebração do dia 19 de novembro, que marca o Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino. Para comemorar, o BID anunciou sua nova linha de crédito que deverá atender grande parte das empreendedoras brasileiras.

A superintendente que cuida dos processos de Sustentabilidade e Negócios Inclusivos do banco Itaú, Denise Hills, disse: “Para nós, do Itaú Unibanco, investir em mulheres é investir no desenvolvimento econômico e social do país. Com essa parceria, queremos contribuir ainda mais para a expansão de crédito ao mercado de empreendedoras, bem como para o desenvolvimento de companhias lideradas por mulheres”.

O BID, que é a parceria dos dois bancos, existe desde o ano de 2010. Contudo, está é a primeira vez que uma linha de crédito é lançada pela parceria com foco em mulheres empreendedoras. Essa iniciativa faz parte de uma nova operação adotada pelo BID em 2013, onde os dois bancos firmaram um acordo de estudar diversas políticas de crédito que possam a oferecer serviços e produtos para empresárias.

Nos últimos cinco anos, o acordo firmado pelo BID já concedeu apoio técnico para um total de 18 instituições financeiras espalhadas em 11 países presentes na América Latina e no Caribe. Segundo o próprio BID, essa transação para linhas de crédito que beneficiem as mulheres empreendedoras já é a maior operação do programa desde que ele foi lançado.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *