Funcionários de uma empresa japonesa poderão receber parte do salário em Bitcoin

Após tanta valorização, o Bitcoin se tornou mundialmente conhecido e é atualmente uma das moedas mais requisitadas no mundo. Com uma supervalorização de 1500% somente em 2017, o Bitcoin chamou a atenção e despertou a curiosidade tanto de investidores quanto de pessoas que antes nem mesmo sabia o que era uma criptomoeda.

Assim como o dólar, o euro e o real, o Bitcoin também é uma moeda e é utilizada como troca em transações mais seguras e não rastreáveis. Mas diferente das moedas físicas, o Bitcoin é totalmente descentralizado, o que significa que nenhum governo exerce poder sobre ele. Isso também garante que sua valorização não seja influenciada por nenhum governo, o que fez com que o preço do Bitcoin saltasse de US$ 1 mil em janeiro deste ano para US$ 17 mil no mês de dezembro de 2017.

A criptomoeda ficou tão “na moda” que fez com que uma empresa se interessasse pelo negócio. Atualmente, para conseguir um Bitcoin é preciso desembolsar mais de R$ 65 mil. Contudo, frações do Bitcoin podem ser vendidas para que o investidor consiga entrar no negócio sem ter que pagar tão caro. Mas para investir na moeda, é preciso uma série de requisitos, como possuir uma carteira virtual.

Pensando em facilitar esse processo, uma empresa japonesa que atua no setor de TI decidiu facilitar os investimentos para seus funcionários. Segundo a empresa, seus 4 mil funcionários poderão optar a partir de fevereiro de 2018 por receber parte do salário em Bitcoin.

A porta voz da empresa GMO Internet, Harumi Ishii, disse sobre a nova mudança de pagamento: “Esperamos melhorar nossa compreensão em relação à moeda virtual usando-a”. Segundo a empresa, a ideia de utilizar a criptomoeda como forma de pagamento deriva da mineração do Bitcoin. Ao realizar transações de terceiros com a criptomoeda, a empresa espera conseguir minerar a moeda mais facilmente.

Contudo, a empresa também declarou que não pretende implantar a mudança como algo obrigatório, o que garante aos funcionários o poder de escolher ter ou não parte do pagamento realizado em Bitcoin.

Embora possa parecer mais complicado, esse é um ótimo negócio para os funcionários, que poderão ver seu salário aumentar apenas com parte do pagamento em Bitcoin. Para aqueles que decidirem guardar fragmentos em uma carteira virtual, a valorização do Bitcoin permitirá que o dinheiro trabalhe sozinho. Mas mesmo que o funcionário decida tirar o dinheiro no mesmo dia que recebeu o pagamento, o valor poderá ser maior que aquele que ele receberia normalmente, pois o Bitcoin valoriza todos os dias.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *