Liderando uma cultura empreendedora

Como os líderes empresariais se esforçam para aumentar a competitividade, a criação de uma cultura empreendedora tornou-se uma vantagem importante. No atual ambiente de negócios, o termo empreendedor passou a significar mais do que apenas notícias sobre a perspicácia comercial necessária para transformar uma ideia em uma empresa. Hoje, “empreendedor” descreve uma habilidade e mentalidade caracterizada pela inovação, criatividade, risco calculado e uma equipe capacitada. O termo se aplica a indivíduos, equipes e culturas organizacionais inteiras. Uma cultura empreendedora é o que muitas empresas esperam. Certamente, na indústria de tecnologia competitiva e ágil, uma cultura empreendedora é o que a maioria das organizações deve se esforçar. Como você promove essa cultura e a faz prosperar? Como descrevemos em um post anterior, uma cultura organizacional não cresce sozinha. Deve ser nutrido. A cultura de uma organização deve ser cultivada deliberadamente por meio de ação conjunta, incluindo modelagem, estrutura, comunicação constante e reforço positivo.

Como com a maioria das soluções de negócios, o ponto de partida é a liderança. As pessoas aceitam a sugestão de seus líderes. Seus valores, prioridades e ações são guiados pelo que seus superiores modelam. Parece simples, mas é verdade. Os executivos seniores definem o tom do que a empresa deve estar fazendo, quais devem ser os valores organizacionais e como as pessoas devem agir. Do ponto de vista de um líder de negócios, esse é o ponto de partida para impulsionar uma cultura empreendedora – adotá-la e modelá-la. Fale sobre isso, recompense e encoraje. Lembre-se de que a liderança eficaz é um equilíbrio delicado. Um ambiente de trabalho excessivamente autoritário desencoraja as pessoas a usar sua própria iniciativa e sufoca as características que melhoram a inovação e a produtividade. Um ambiente excessivamente democrático não tem foco para manter a empresa em direção aos seus objetivos.

Crie um ambiente de empoderamento. Uma grande parte da condução de uma cultura empreendedora é criar o ambiente em que as pessoas podem agir como empreendedores. Não estamos dizendo empoderar as pessoas. Estamos dizendo fomentar o ambiente onde as pessoas se capacitam. Para agir de forma empreendedora, as pessoas devem se sentir capacitadas para assumir a liderança e criar mudanças positivas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *