Donata Meirelles comparece a quarta edição do BrazilFoundation Gala São Paulo

Com a temática “Educação”, a quarta edição do BrazilFoundation Gala São Paulo fez uma homenagem a Eduardo Lyra, do Instituto Gerando Falcões, e Cláudio Haddad, do INSPER. Realizado na Casa Fasano, o evento reuniu mais de 300 convidados e conseguiu ultrapassar a marca de R$ 1 milhão em doações.

 

Os homenageados da noite são considerados parceiros de longa data da fundação. Cláudio Haddad, por exemplo, é o fundador e o presidente do conselho deliberativo do Insper, uma entidade de ensino e pesquisa que não tem fins lucrativos. Desde o ano de 2004, Cláudio administra a iniciativa Programa de Bolsas, a qual tem o intuito de ceder bolsas de estudo a jovens talentosos e que não possuem as devidas condições financeiras para dar continuidade aos estudos.

 

Já Eduardo Lyra, por sua vez, cresceu em uma comunidade pobre e teve uma infância bem humilde, o que serviu para motivá-lo nos estudos. Em 2011, na função de autor, jornalista e ativista social, Eduardo criou o projeto Gerando Falcões, o qual dá oportunidade a projetos sociais que possuem grande potencial de mudar a vida de centenas e milhares de pessoas. Entre as iniciativas já ajudadas por esse projeto, estão programas ligados a cultura, ao esporte e a profissionalização de jovens das periferias e favelas.

 

Durante o IV Gala da BrazilFoundation em São Paulo, a entidade trouxe novamente sua antiga parceria com a grife francesa Chanel, maior patrocinadora da noite, a qual também foi a responsável por vestir várias convidadas, como as atrizes Laura Neiva e Sophia Charlotte, e a blogueira de moda Lala Rudge.

 

Os apresentadores da noite foram Sophie Charlotte e Flávio Canto, enquanto Ingrid Guimarães e Bruno Astuto foram os escolhidos para comandar o tão aguardando leilão do evento, o qual arrecadou mais de R$ 300 mil. Entre os itens leiloados, estava uma viagem de luxo para o Mirante do Gavião, um dos resorts mais exclusivos e prestigiados da Amazônia. Muito brincalhona, Ingrid fez Donata Meirelles e vários outros convidados rirem ao anunciar essa experiência incentivando os presentes a darem lances para assim terem a chance de tirar selfies com os botos e gravar vídeos pulando no Rio Negro para postar nas redes sociais. No final, a viagem foi arrematada pelo valor de R$ 16 mil, pago pela modelo Alice Dellal.

 

Outro item muito cobiçado do leilão foi um quadro feito pelo estilista Jean Charles de Castelbajac, que foi vendido por nada menos que R$ 40 mil. Além das peças e experiências leiloadas, o outro destaque da noite ficou por conta dos figurinos das convidadas. Entre as mais bem vestidas, é possível citar a diretora de moda Donata Meirelles, com um conjunto preto porém longe de ser básico, e a influenciadora digital Lala Rudge, que atraiu muitos flashs com seu macacão de tweed preto e branco.

 

Para animar os convidados ao longo da noite, o palco da IV Gala da BrazilFoundation em São Paulo recebeu a cantora Preta Gil, que anteriormente já havia cantado em edições do baile realizadas em outras cidades, como Rio de Janeiro, Nova York e Miami. Dando sequência aos shows, a escolhida foi a DJ Marina Diniz, que reuniu grandes sucessos e colocou todos para dançar animadamente.

 

A BrazilFoundation surgiu a partir de um encontro casual entre alguns amigos, todos interessados e movidos pela ideia de somar forças e, de algum modo, contribuir para que o Brasil se torne a cada dia um lugar melhor. A ideia nessa época era conseguir formar uma rede de apoio composta por líderes sociais e iniciativas capazes de contribuir positivamente para o país.

 

Assim foi criada a fundação no ano 2000, e desde então mais de US$ 40 milhões foram arrecadas e direcionados para mais de 500 projetos sociais, alcançando 26 estados da federação. A cada edição do Jantar de Gala promovido pela BrazilFoundation, algum tema relacionado as áreas de Saúde, Educação e Cultura, Direitos Humanos, Negócios Sociais e Desenvolvimento Socioeconômico é abordado, com profissionais da respectiva área sendo escolhidos para serem homenageados.

 

Para contribuir nessa missão de apoiar causas importantes e estimular oportunidades iguais para todos os brasileiros, a fundação conta com vários colaboradores parceiros, como Donata Meirelles e o marido Nizan Guanaes, e o empreendedor social Olivier Hugues Terreault.

 

Leia mais sobre Donata no Slideshare, ou a página do Wiki dela.

A nova realidade social do google friend connect

O objetivo do Google Friend Connect, um aplicativo apresentado em maio de 2008, é tornar seu blog um ponto de referência para os leitores que desejam conhecer seu espaço na web e outros usuários que lêem seu conteúdo.

Graças às últimas alterações feitas pela equipe do Google (e comunicadas por meio de um comunicado de imprensa do Blog oficial do Google), o Google Friend Connect ajuda você a aumentar a taxa de “sociabilidade” oferecida pelo seu blog. Por que você não tira vantagem disso também?

O pivô de toda a revolução do Google Friend Connect é a seção “Interesses”, um conjunto de perguntas que você pode propor a novos usuários que assinam seu perfil e que permitem coletar informações valiosas.

Por exemplo, se você editar um blog dedicado notícias de futebol, peça aos recém-chegados que indiquem seu time favorito se tiverem uma marca favorita de roupas esportivas ou se já tiverem participado de um torneio amador.

As informações coletadas podem ser compartilhadas com a comunidade, modificando-as no perfil do Google Friend Connect e permitindo que você implemente uma série de ferramentas particularmente interessantes:

Boletins informativos personalizados – Com esta ferramenta você pode criar e enviar newsletters para todos os seus contatos ou apenas para uma parte deles. De fato, graças aos dados inseridos na seção “interesses”, você pode enviar boletins informativos personalizados para os diferentes segmentos de usuários registrados, definidos com base nas respostas indicadas durante o registro.

Anúncios do AdSense – A partir de hoje, você pode relacionar os interesses dos usuários registrados em seus anúncios do Google Friend Connect com o Google AdSense. Qual é o ponto de virada decisivo para ganhar algo mais com o seu blog?

Conteúdo em destaque – Cansado de seus plugins que mostram artigos que ninguém gosta? Então você pode usar o widget que mostra o conteúdo em primeiro plano, uma espécie de blogroll dinâmico com os posts mais adequados para atrair a atenção dos usuários registrados para o seu site. Obviamente, também neste caso, tudo é baseado nas informações coletadas das perguntas iniciais.

Uma última dica: dado que todas essas novas funções sociais são baseadas nos dados coletados pela seção de interesses, vale a pena refletir um pouco sobre as perguntas a serem feitas aos usuários que desejam se cadastrar.

Razões pelas quais toda equipe de marketing deve estar considerando os chatbots

Os chatbots estão se tornando uma maneira cada vez mais popular de as empresas interagirem com clientes em potencial e atuais. Uma pesquisa recente mostrou que 80% dos consumidores relataram uma experiência positiva com chatbots, e outros 40% disseram que estão interessados em experiências de bate-papo com marcas. Esses números mostram como os chatbots predominantes se tornaram, e a disposição dos consumidores de interagir com um bot que simula conversas humanas.

Então, como os chatbots podem ser usados para aumentar a eficiência do marketing? Aqui estão algumas maneiras pelas quais os profissionais de marketing podem reduzir os chatbots em suas estratégias de marketing.

Gerar leads – Os chatbots estão disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana, para interagir com os clientes e fornecer as informações de que precisam, quando precisam. Mais de 64% dos consumidores veem o serviço 24 horas como o maior benefício dos chatbots. Chatbots úteis facilitam e agilizam a busca dos usuários em qualquer momento. Em vez de fazer com que os visitantes pesquisem o website ou a página de destino de uma marca para preencher um formulário de contato, os chatbots respondem imediatamente.

O uso de chatbots por meio de aplicativos de mensagens, sites e páginas de destino pode transformar rapidamente os visitantes em leads sensíveis ao tempo. A qualidade do chumbo degrada com o tempo, então uma resposta rápida é crítica.

Pesquisas mostram que 35-50% das vendas vão para o fornecedor que responde primeiro. Em um mercado competitivo, a capacidade dos chatbots de fornecer uma resposta imediata pode dar às marcas uma vantagem sobre seus concorrentes.

Inicie um produto – Ao lançar um novo produto, pode ser difícil obter feedback imediato dos consumidores e avaliar a recepção geral do produto. O lançamento de um produto via chatbot pode ser uma excelente maneira de as marcas entrarem na frente dos clientes e introduzirem um novo produto.

Por exemplo, os profissionais de marketing podem anunciar um produto e notícias na Web e direcionar o tráfego de anúncios recebidos para o chatbot em vez de um website. Vídeos, questionários interativos e jogos são formas de as marcas interagirem com os consumidores e criarem interesse no novo produto. Os profissionais de marketing também podem compartilhar atualizações de produtos e solicitar comentários dos clientes após a conclusão das compras.

Facebook está procurando trazer mensagens de volta ao aplicativo principal

De acordo com o código no back-end do aplicativo do Facebook, a The Social Network pode em breve procurar trazer mensagens de volta para a plataforma principal, ao invés de redirecionar os usuários para seu aplicativo Messenger separado.

Imagens de bate-papos no Facebook – Como você pode ver aqui, a hacker de código Jane Manchun Wong localizou um novo teste que renomeia mensagens como ‘Chats’ e mantém essas interações no aplicativo principal, ao invés de abrir no Messenger.

Wong observa que a opção “Chat” não inclui toda a funcionalidade de mensagens disponível no Messenger, mas permite que os usuários interajam nas mensagens sem precisar alternar para o aplicativo separado.

O Facebook inicialmente tinha suas ferramentas de mensagens integradas na plataforma principal, mas as transformou no Messenger em 2014, forçando os usuários a fazer o download do Messenger para manter a conexão com seus amigos. Isso deu ao Facebook uma plataforma de usuário totalmente nova, multimilionária (agora bilhões), mas a empresa foi amplamente criticada pelo jogo, e o aplicativo Messenger foi destruído por críticos como resultado de economia.

Agora, com o Facebook planejando se dedicar mais ao sistema de mensagens privadas e, eventualmente, integrar suas várias plataformas de mensagens, aparentemente está procurando reverter sua abordagem.

A alteração pode facilitar a conexão com os usuários por meio de mensagens, mas também pode tirar um pouco do foco do Messenger como uma plataforma conectiva. Conforme observado, ainda haveria funcionalidades no Messenger que não seriam replicadas no aplicativo principal, mas se os usuários não precisarem alternar o Messenger para manter as conversas, talvez não precisem, o que poderia afetar o uso geral do Messenger.

O Facebook pode estar criando um desafio para si mesmo – se os usuários não precisarem migrar para o Messenger, talvez o Facebook esteja se esforçando para tornar o aplicativo Messenger mais atraente, com novas ferramentas e recursos projetados para atrair usuários. Ou pode ser tentando melhor equilíbrio engajamento on-plataforma através dos dois aplicativos – enquanto Mensageiro utilização tem vindo a aumentar, o engajamento dentro de aplicativo principal do Facebook tem, supostamente, está em declínio. Ao ativar o envio de mensagens no Facebook, talvez ele perca algum envolvimento no Messenger, mas ganhe algum no Facebook, equilibrando melhor seu tempo total gasto e aumentando seu potencial de anúncio subsequente entre os dois.

Valor do aluguel sobe, mas aplicativos facilitam o melhor preço

Alugar um lugar para morar nos dias de hoje não está mais limitado a entrar em contato com um corretor de imóveis. Aplicativos como o Airbnb e o Quinto Andar, facilitam tanto a comunicação imediata quanto a locação com valores e comodidades raramente encontradas em uma busca tradicional.

Todo mundo deseja morar em uma boa região que esteja dentro de um valor razoável, e é isso o que os aplicativos proporcionam. O usuário consegue diversas opções que propiciam rapidez na hora da decisão para estadias curtas também. Uma pessoa que vai passar apenas dois dias na praia, e deseja alugar um apartamento perto do mar pode conseguir em poucas horas um proprietário que tenha diversas referências.

A burocracia com comprovação de renda e outros documentos é ultrapassada pelas facilidades dos aplicativos. O Quinto Andar, por exemplo, tem imóveis para locação em que o contato é diretamente com o proprietário.

No mercado, o preço dos imóveis anda subindo, no mês de fevereiro houve uma alta de 0,22%. De acordo com o Índice FipeZap, o preço dos aluguéis  está acima da inflação  pois chegam a 0,65%. Em onze cidades do país, as notícias indicam que o preço médio subiu. Na economia a alta dos preços passam de 0,43%, pelo IPCA, que mede a economia.

De maneira vagarosa os preços começam a terem uma valorização, o que deixa mais difícil a negociação. Nos últimos anos, a cidade que mais sofreu aumento nos preços dos aluguéis foi Brasília com 7,38%, e na sequência vem Recife, com 7,22% de acréscimo. Fortaleza, teve uma queda, chegando a -1,19%, e o Rio de Janeiro a -2,62%.

Os preços mais caros de aluguel no país são de São Paulo, com um valor de R$ 37,40 por metro quadrado, na sequência vem o Rio de Janeiro com R$ 30,41/m² e com R$ 28,48/m², Brasília. Quem quiser pagar menos no aluguel, as capitais que apresentam o menor preço para o valor médio de locação residencial é Fortaleza, com R$ 15,69/m², Goiânia com R$ 16,26m/m² e Curitiba, com R$ 18,11/m².

Pesquisar e fazer um planejamento financeiro antes de alugar um imóvel, irá deixar a decisão melhor, por isso é preciso de tempo para encontrar a escolha ideal.

Erros e situações típicos de projetos de TI não gerenciados

Qualquer gerente pode se deparar com uma situação em que um projeto bem-sucedido e em desenvolvimento seja capaz de se tornar incontrolável.

Querendo ver resultados concretos, você entende que as tarefas que foram definidas são realizadas de forma ineficiente e, em geral algo não está indo exatamente como esperado. Parece que há um plano claro, objetivos, equipe – mas não há resultados, o projeto fica parado e não está crescendo.

Vamos considerar junto com você quais erros típicos isso pode acontecer e em que situações.

Plano de projeto – Existe um plano claro, mas veja se o projeto está indo na direção errada? Então é hora de sentar e finalizar o plano. E quem disse que ele não precisa refinar? Se os processos e tarefas executadas não atenderem às necessidades do mercado e não atenderem às expectativas dos clientes, o projeto simplesmente se tornará inútil.

Fadiga da equipe – Certifique-se de que sua equipe não esteja esgotada trabalhando nas tarefas atuais. Olhe atentamente e se você perceber que alguém está cansado, delegue as tarefas a outros especialistas, transplante o especialista para realizar tarefas menores, mas menos trabalhosas, simplesmente mande-o de férias e deixe-o descansar!

Falta de conhecimento e experiência – Descubra se sua equipe tem conhecimento e experiência suficientes para concluir as tarefas atuais. Se eles não forem suficientes, pense em como você pode combinar o treinamento de seus funcionários com a implementação das tarefas atuais. Se isso não for possível, reserve um tempo para aprender. Se não houver tempo para treinamento, procure um especialista mais profissional que aconselhe, dê as recomendações necessárias e envie uma equipe para o caminho verdadeiro. A escolha é apenas sua: ajudar os funcionários a realizar tarefas com sucesso ou deixar tudo como está. Em geral, deve ser do interesse da empresa – o desejo de contribuir para a formação contínua dos funcionários.

A equipe não tem motivação – O declínio na velocidade e qualidade do trabalho em um projeto pode ser a falta habitual de motivação para os negócios. O salário não é contado aqui. Com que frequência você incentiva uma equipe com bônus em dinheiro depois de completar com sucesso tarefas e planos para o ano? Não há oportunidade de motivar financeiramente? Motive os funcionários com alguma palavra ou diploma agradável com um presente. E faça isso em público para que os outros também se esforcem pelos mesmos resultados.

 

Criar captura de tela no Windows: como funciona!

As capturas de tela são uma ótima maneira de fazer amigos ou colegas perceberem rapidamente o que você está vendo em seu monitor. Isso pode ser útil se você tiver descoberto algo engraçado, se quiser rapidamente fazer uma anotação em uma apresentação ou quiser mostrar ao suporte exatamente o que está errado no seu sistema. Felizmente, você não precisa mais focalizar a câmera na tela. Os sistemas Apple e Windows PC já possuem ferramentas integradas. Vamos explicar como tirar rapidamente um instantâneo e editá- lo no Windows.

Criar uma captura de tela no sistema operacional da Microsoft é muito simples: ao pressionar a tecla [Imprimir] do seu teclado, você copia a visualização da tela atual para a área de transferência. Se você usar dois monitores ao mesmo tempo, as duas telas serão gravadas. Você não quer tirar uma foto da tela inteira, apenas uma janela? Primeiro selecione a janela relevante. Com a combinação de teclas para capturas de tela no Windows – [Alt] + [Print] – você tira um instantâneo disso.

O botão está nos teclados de computador há muito tempo. Em tempos de MS-DOS, e notícias rápidas a impressora conectada era endereçada diretamente: Ao pressionar o botão, os usuários podiam enviar o conteúdo da tela diretamente para o dispositivo e imprimi-lo. Os sistemas modernos usam esse botão para criar quase que exclusivamente cópias digitais e não mais impressões reais.

By the way, o ponteiro do mouse não aparecerá na imagem. Isso pode ser positivo e negativo. Embora você não precise se preocupar se o cursor pode obscurecer informações importantes. No entanto, se você quiser apontar algo específico com a captura de tela, o ponteiro pode ser útil. Você precisará instalar uma ferramenta externa para isso.

Depois que o botão é pressionado, sua captura de tela é a primeira na área de transferência . Essa é uma memória temporária que o Windows usa para colocar elementos que você copia ou recorta (por exemplo, seções de texto que você recorta e cola no Word). Na área de transferência, você pode colar sua captura de tela em um programa, como o Paint . Para fazer isso, abra o editor de imagens minimalista e cole a imagem da área de transferência. Isto pode ser feito através da barra de menus ou através da combinação de teclas [Ctrl] + [V].

IBGE realiza um importante estudo sobre a origem geográfica dos nomes no Brasil

A cidade de Paraty, município do Rio de Janeiro, passou por um grande questionamento e debate entre os estudiosos há doze anos sobre o nome da cidade. Na época, era discutido se o nome deveria ser escrito com “i” ou com “y”. Esse questionamento teve início assim que as novas regras ortográficas instituídas para os países de língua portuguesa entraram em vigor. Em 2007, o poder municipal da cidade votou e decidiu que o nome mantivesse o “y” independente das novas regras.

Devido a isso e outros fatores, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) realizou um estudo intitulado como Nomes Geográficos com o objetivo de buscar as verdadeiras origens que os nomes de lugares possuem. As notícias sobre esse importante estudo cultural foram publicadas no site oficial do IBGE e em sites relacionados com o assunto. De acordo com os pesquisadores, sabe-se que o nome de municípios, praça, relevo, rio, dentre outros, são patrimônios culturais e devem ser mantidos. Esses nomes são nada mais nada menos que “fósseis linguísticos” que remontam a história da região.

“O nome geográfico tem o poder de transformar o lugar em um espaço vivido, algo marcado por emoções, história e coisas a serem contadas por diversas gerações. Quem dá o nome a esses lugares está envolvido com sua história e cultura do lugar. Ao nomear uma região, estamos englobando diversos fatos daquele local e dando um significado para esse nome, é por isso que nunca devemos jamais descartar um nome geográfico”, diz a pesquisadora responsável pelo estudo, Ana Cristina Resende, Coordenadora de Cartografia do IBGE.

Tomando como exemplo a cidade de Paraty, o argumento que determinou que o nome mantivesse o “Y” foi a origem indígena deste nome. “Foi constatado que podem ser percebidas diferentes tonalidades na pronúncia do “i” na língua indígena. São significados diferentes. No caso do “y”, é a letra que mais se aproxima da tonalidade do “i” que os índios da região utilizavam para designar o território. É o mesmo que dizer paratii, que na linguagem indígena da região significa água que corre. Neste caso, o linguista responsável por dar o nome de Paraty na época achou melhor utilizar o “y” para representar com fidelidade a pronúncia do nome original herdado dos indígenas”, explica a especialista no assunto, Marcia de Almeida Mathias, Coordenadora de Cartografia do IBGE já aposentada.

Equivalente a 0,4% do PIB, investimento em infraestrutura segue abaixo da média

Os investimentos públicos realizados no setor de infraestrutura (rodovias, portos, aeroportos, dentre outros) atingiram a casa dos R$ 27,875 bilhões em 2018. Esse valor é o equivalente a 0,4% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. As notícias que levaram a divulgação desse dado foram realizadas pela Secretaria do Tesouro Nacional.

No ano passado, esse patamar de investimento no setor foi considerado um dos menores, ficando a frente somente do número observado em 2008, ano em que o investimento no setor foi de R$ 20,386 bilhões.

Desde o começo da vigência junto a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, por muitos conhecida como a PEC do teto de gastos, as despesas totais não podem mais exceder a inflação constatada de forma oficial até o mês de junho do ano anterior. Devido ao fato de que os gastos obrigatórios passam a ser cada vez maiores, o governo determinou que deverão ser cortadas despesas discricionárias, como os valores investidos em infraestrutura, por exemplo. Desta forma, o governo pretende equilibrar as contas e encerrar o ano com as dívidas públicas controladas.

A PEC do teto de gastos foi sancionada pelo governo anterior, tendo como principal objetivo evitar os sucessivos déficits registrados ano após ano. Entre 2014 e 2017, o déficit observado nas contas públicas passou dos R$ 100 bilhões. Já no ano passado, o déficit primário, valor que deixa de lado os juros da dívida pública, encerraram o ano em R$ 120 bilhões. Grande parte deste resultado negativo é devido a Previdência Social, uma despesa obrigatória que atingiu a casa dos R$ 195 bilhões em 2018.

De acordo com o Tesouro Nacional, os números observados sobre o investimento em infraestrutura apontam uma grande necessidade de revisão sobre a prioridade das despesas obrigatórias. É necessário um fortalecimento de todas as instituições que realizam a gestão de investimento público no Brasil, que devem ocorrer em um esforço mútuo. Todo esse esforço deve ser para priorizar o cenário fiscal no Brasil e não sacrificar gastos importantes que não devem ser contratados, como é caso da infraestrutura, saúde, educação, dentre outros.

Quais são os melhores canais de marketing para eventos?

Depende em grande parte do seu orçamento, objetivos e cronograma, falando em grande parte dos eventos de pequenas segmentações geográficas, como um almoço de networking, você deve ser capaz de promover seu evento localmente com pouco ou nenhum custo.

O que preparar antes de comercializar um evento? Depois de decidir sobre um formato e os canais que você usará principalmente para divulgar seu evento, você precisa verificar se tem os princípios básicos em vigor. Isso significa ser claro sobre quem é seu público, criando uma proposta de valor, finalizando qualquer preparação ou planejamento e criando uma página de eventos.

Defina seu público – Antes de começar a divulgar seu evento, você precisa saber quem você quer que seu público seja e entender quem ele é e como você pode apelar para ele. É sempre uma boa ideia especificar para quem é o evento. Quem você está esperando para aparecer? Isso funciona nos dois sentidos, desencorajará as pessoas para as quais o evento é irrelevante para registrar e atrairá ainda mais aqueles que você está interessado em hospedar, pois eles se sentirão identificados. É reconfortante saber que um evento foi planejado em torno de seus interesses e necessidades.

Crie uma proposta de valor e economia forte – O sucesso de um evento depende muito dos estágios iniciais de planejamento, quando o tema e o formato são colocados juntos. É fundamental que você tenha uma boa proposta de valor que ressoe com o público que você deseja atrair. O tópico deve ser interessante, atual e altamente relevante, e o formato deve levar em conta o conteúdo, a experiência do seu público e os objetivos do evento. Você precisa criar uma proposta de valor atraente para o público-alvo dos participantes. Esse é um fator crítico no qual você deve dedicar seu tempo.

Prepare e planeje seu evento – Uma vez que você tenha uma proposta de valor, você deve cuidar de todo o planejamento e logística necessários nesta fase, ou seja, localização, catering, palestrantes. Planejar um evento especialmente para os negócios pode ser um esforço muito complicado, aqui estão alguns dos erros críticos que você deve evitar garantir um evento de sucesso.