Guilherme Paulus: um executivo de sucesso

Nascido em 1949, Guilherme Paulus estudou administração de empresas na faculdade. A partir daí, ele passou a criar uma carreira de turismo que abrange quase cinco décadas. O sucesso da CVC, por exemplo, que ele ajudou a criar, deveu-se em grande parte à sua capacidade de oferecer pacotes de viagem contemporâneos aos consumidores.

A história da CVC, também conhecida como Operadora e Agência de Viagens CVC Tour Ltda, começou quando Paulus ainda estava nos seus 20 e poucos anos de idade. Ano após ano de trabalho acabou levando a empresa a ser reconhecida, hoje, como a maior operadora de turismo da América Latina.

Em 2009, Paulus vendeu parte da CVC para o Carlyle Group. Em 2013, o fundo norteamericano de private equity colocou à venda a fatia majoritária da operadora de turismo e, hoje, o valor de mercado da CVC é de mais de 8 bilhões de reais (de acordo com valores de 2018) e continua aumentando a uma taxa impressionante a cada ano.

Paulus, que continua sendo o presidente do conselho de administração da empresa, está animado com a oportunidade de estabelecer cerca de 100 lojas por ano.

A CVC existe em um número impressionante de shoppings localizados em todo o Brasil e continua a abrir novas lojas em áreas menos povoadas, que possuem um grande potencial de atrair um novo tipo de clientela no futuro.

Multifacetado nos negócios

Seus conceitos básicos como empreendedor também deram a Guilherme Paulus a capacidade de se conectar com outros tipos de empreendimentos comerciais.

Por exemplo, ele comprou a Webjet, uma pequena companhia aérea com um único avião, em 2006, e ajudou a empresa a se tornar a terceira maior companhia aérea do Brasil. Depois de atingir suas metas para a empresa, ele vendeu a Webjet para a Gol em 2011.

Em 2005, Guilherme Paulus estabeleceu uma rede hoteleira chamada GJP Hotels & Resorts. O negócio começou como um pequeno empreendimento. Hoje, a empresa é uma grande rede hoteleira no Brasil, com pelo menos 12 hotéis de luxo próprios e sete sob sua administração em destinos turísticos de dez estados do Brasil.

Em 2016, a partir dessa experiência no ramo hoteleiro, Guilherme Paulus abriu uma nova empresa: a GJP Incorporadora & Construtora, que atualmente já possui pelo menos quatro empreendimentos residenciais pelo Brasil.

Empreendedor do ano

Eleito oficialmente como Empreendedor do Ano em 2017, a foto de Guilherme Paulus foi destaque na capa da revista Isto É Dinheiro. Sua eleição deveu-se ao fato de que ele gastou aproximadamente 600 milhões de dólares de seu próprio dinheiro na construção de novos hotéis em todo o Brasil.

Atualmente, a rápida expansão hoteleira tem sido responsável por empregar cerca de 2 mil brasileiros no mercado de trabalho.

Flavio Maluf conquistou o mundo corporativo no Brasil

Flavio Maluf atua atualmente como presidente de empresas da Eucatex e tem obtido grande sucesso nos negócios ao longo de sua carreira. De acordo com Flavio, o mercado atual no Brasil parece ter desacelerado em toda a diretoria e a agricultura tem sido excepcionalmente lenta. Flavio disse que isso é devido a uma variedade de fatores, incluindo até mesmo o atraso na condução de caminhões, portanto, um atraso com o envio de mercadorias em toda a economia. O PIB global da agricultura conseguiu cair mais de 2% no primeiro trimestre deste ano.

Flavio Maluf nasceu em uma família rica e política, então ele tem muito poder no departamento político. Apesar disso, Flavio Maluf foi capaz de construir seu próprio império, porque ele estava determinado a ter algo próprio por pura dedicação. Ao construir as fundações adequadas, Flavio criou novos sucessos para si mesmo, apesar da posição em que nasceu.

No início de sua carreira, Flávio tinha interesse em engenharia mecânica e chegou a prestigiar a Fundação Armando Alvares. Mesmo que tenha se saído bem em matemática e ciências, ele queria ser um empreendedor, então acabou assumindo o negócio da família, em vez de se dedicar ao trabalho de engenharia.

Flavio  sabe o que é preciso para ter sucesso nos negócios e ele regularmente tenta compartilhar seus conselhos com os outros, bem como emitir cautela. Todo mundo quer ser financeiramente independente e tornar-se rico, mas possuir um negócio é um trabalho ocupado e exige muita paciência. Mais frequentemente do que não, crescer um negócio bem sucedido significa sacrificar em algum outro lugar da vida de uma pessoa, a menos que eles não tenham mais nada lá na vida que seja importante para eles. Por outro lado, começar um negócio nem sempre é tão difícil como todos pensam, nem sempre é preciso muito dinheiro. Aqueles que são determinados o suficiente podem construir uma empresa de sucesso sem muito investimento para começar, se estiverem motivados.